COMPARTILHE

Todas as freguesias vão ter eleições de novo – Os eleitores de Arreigada, Codessos, Frazão, Modelos, Lamoso, Paços de Ferreira e Sanfins poderão a partir de agora olhar para as “fronteiras” da terra e regressar ao modelo de organização anterior anulando-se o que vigorou poucos anos.

A Junção de freguesias em “Uniões” decorreu das medidas administrativas impostas ao país quando em sede de Governo se teve de aceitar as exigência da Troika – uma organização dependente do BCE e do FMI que aqui acorreram para financiar o país e libertá-lo da falência verificada nos últimos dias do Governo do PS e , na altura, liderado por José Sócrates.

Este pedido de intervenção feito por Portugal baseava-se num financiamento de emergência dado que o país não tinha quem lhe emprestasse dinheiro, nomeadamente para pagar os salários da função pública.

E a concretização da vinda da Troika aconteceu dado que os mercados financeiros estavam a colocar a taxa de juro do dinheiro para o nosso país em 7,5% ao ano – preço absolutamente inviável de pagar.

A Troika definiu assim as regras da ajuda e acompanhou o governo do PSD, liderado por Passos Coelho, que combateu o preço do dinheiro (acabou o mandato a 2,5% O ano) e aplicou medidas de poupança em despesas não essenciais.

As Uniões de freguesias

Neste contexto mais de 300 concelhos assumiram o papel de redução de freguesias, dando cumprimento ao acordado entre a Troika e o governo de José Sócrates, apoiado pelo PS.

Agora, da Troika libertados, pode o país regressar ao antigo modelo, sinal de que o trabalho político do passado deu frutos necessários.

Daí que tenha sido quase unânime a decisão das populações em regressar ao modelo antigo e que garante, de facto, uma adequação entre o território, a memória e os sentimentos das pessoas.

AM de dia 30

Depois da decisão das freguesias em anular as respectivas Uniões, também a autarquia decidiu em reunião de câmara apreciar a decisão e obteve a unanimidade de votos entre eleitos do PS e do PSD.

Compete contudo à Assembleia Municipal a última decisão. Vai acontecer no dia 30 de Novembro em assembleia extrardinária e onde também se prevê o voto unânime.

todas as freguesias vão ter eleições de novo

pacoslook-poder dos factos